Uma vacina para os políticos e outra para a população?!…

30 Dezembro 2020

Antes de se sujeitar à controversa vacina de «imunização» ao vírus COVID-19, procure saber se não haverá uma para a elite política (sem «aditivos») e outra para a população (com «aditivos», ou seja, com efeitos secundários que não nos são revelados). Acha que é «teoria da conspiração»? Então veja o que fizeram na Alemanha em 2009:

Alemanha terá uma vacina da gripe suína para o governo e outra para a população

«Membros do governo alemão e funcionários públicos terão acesso a uma vacina sem aditivos contra o vírus H1N1, diferente da que será ministrada à população. Associações de médicos criticam.

«A chanceler federal alemã, Angela Merkel, os demais membros do governo alemão e funcionários dos ministérios vão receber uma vacina contra a chamada gripe suína diferente da que será ministrada ao restante da população, confirmou um porta-voz do poder executivo.

«Trata-se de uma vacina dos laboratórios norte-americanos Baxter, sem aditivos, que foi também encomendada pelo Exército para ser facultada aos soldados em missão no exterior. “Compramos 200 mil vacinas Celvapan da firma Baxter”, disse neste domingo (18/10) um porta-voz do Ministério do Interior, confirmando uma notícia do semanário Der Spiegel.

«A vacina destinada à população – excepto às grávidas, que terão outra – é do laboratório GlaxoSmithKline e, ao contrário do produto da Baxter, possui aditivos que, segundo alguns médicos, podem provocar efeitos colaterais, sobretudo alergias, irritações da pele e dores musculares.»

(Deutsche Welle, 18-10-2009)

Ultimos artigos

Que valores europeus?

Que valores europeus?

A União Europeia não quer reconhecer a alguns dos Estados-Membros o direito soberano de legislarem em defesa da Vida. É a nova União Soviética da Europa Ocidental…

Biblioteca

São Tomás de Aquino
São Tomás de Aquino

Enquanto outros elevavam ao céu prodigiosas catedrais, São Tomás edificou, com a mesma lógica simples e poderosa, um sistema filosófico...

Share This