Quer preservar a saúde das suas crianças? Então veja isto antes de permitir que sejam «vacinadas»!

12 Setembro 2021

Opinião de destacados médicos irlandeses sobre os perigos das vacinas contra a Covid-19: A recente publicação do «Technical Briefing Nº 20» pelo «Public Health England» (Departamento de Saúde Pública da Inglaterra) mostrou que 65% das pessoas que morreram de Covid estavam totalmente vacinadas. Ou seja, a campanha de vacinação tem sido ineficaz e o número de infectados continua a aumentar conforme demonstra o aumento de casos em países com alto nível de vacinação, como é o caso de Portugal, da Islândia ou de Israel. As chamadas «vacinas» contra a Covid-19 envolvem sérios riscos e não devem ser ministradas às crianças. (Vídeo em inglês – 7’00)

Antes de ceder às pressões do terrorismo de Estado e ao bullying da tirania sanitária, entregando as suas crianças como cobaias para as «vacinas» experimentais da Covid-19, veja pelo menos o que dizem vários conceiturados médicos irlandeses, pronunciando-se em nome do Irish Council for Human Rights (Conselho Irlandês para os Direitos Humanos). A escolha é sua, mas queira pelo menos tomar uma decisão informada.

Note que este vídeo foi censurado pelo Youtube, conforme atestam as capturas de ecrã. Para a administração dessa plataforma, não se aceitam opiniões diferentes e informações independentes que possam pôr em causa a actual campanha de teste genético em seres humanos, sob pretexto de «vacinação». Com efeito, até a nossa comprometida comunicação social já reconheceu que a «vacina» não constitui cura nem imunização contra a Covid-19.

Para quê então a insistência? Para quê tanta pressão e tanta intimidação sobre as pessoas? Para quê a negação dos fármacos que evitam ou curam a doença (Ivermectina e Hidroxicloroquina)? Para quê mentir sobre a sua comprovadíssima eficácia?…
Se não tem medo de conhecer a verdade, veja o que dizem os médicos do Irish Council for Human Rights sobre os perigos de ministrar às crianças estas «vacinas» da Covid-19.

Portugal permanece na ignorância sobre os perigos da vacinação «contra» a Covid-19. Em vez de tomar medidas para esclarecer a população, como fazem outros países, adopta também o mesmo sistema de censura das redes sociais, para que não se faça ilação entre as campanhas de vacinação e o contínuo aumento de infectados.

Nota: Para mais informações, veja no Telegram os grupos «Portugueses Livres» e «Veja o Centro» (com o vídeo legendado em português)

IPEC - Telegram

Ultimos artigos

Biblioteca

São Tomás de Aquino
São Tomás de Aquino

Enquanto outros elevavam ao céu prodigiosas catedrais, São Tomás edificou, com a mesma lógica simples e poderosa, um sistema filosófico...

Share This