Mensagem de Natal 

10 Dezembro 2021

Mensagem de Natal

Dezembro de 2021

Para agradecer a todos os doadores, amigos e correspondentes que acompanharam o IPEC ao longo do ano, esta Associação enviou a todos uma Mensagem de Natal destacando a importância desta festa litúrgica e exortando à necessidade de uma confiança cada vez maior na vitória de Nosso Senhor Jesus Cristo e da Sua Santa Igreja, tal como confiaram os primeiros cristãos, em meio às mais terríveis dificuldades:

Considerando os factos numa vasta perspectiva histórica, o Santo Natal foi o primeiro dia de vida da civilização cristã. Vida ainda germinativa e incipiente, como os primeiros clarões do sol que nasce, mas vida que já continha em si todos os elementos incomparavelmente ricos, do esplêndido fim a que se destinava.
 
Mais de dois mil anos decorridos, porém, a Civilização Cristã parece ter sido substituída por uma anti-civilização em que todas as depravações e todos os ultrajes a Nosso Senhor – mais do que aprovados e praticados à saciedade – têm sido literalmente exaltados, até mesmo por muitos daqueles que deveriam estar na linha da frente cumprindo o dever de perpetuar o Santo Natal e defender a Igreja Católica, a Família, a Vida e todos os Valores de uma verdadeira sociedade cristã.
 
Chegámos a um ponto em que tudo isso parece impossível, mas não é assim para quem tem os olhos postos no Céu.
 
Ainda há poucas semanas alcançámos uma vitória que parecia impossível, ou seja, um veto presidencial à lei da eutanásia.
Quando tudo parecia perfeitamente articulado para aprová-la, quando a «crise» política parecia feita à medida para desviar atenções, manipular e urdir, a campanha pública alcançou plenamente os seus objectivos, pelo menos para já. Cabe aqui agradecer a todos os que nela participaram assinando a carta ao Presidente e ajudando a cobrir os custos. Cabe também agradecer a todos os movimentos que nos antecederam ou acompanharam na causa pró-Vida e sem os quais esta vitória não teria sido alcançada.
 
Recorde-se, porém, que as nossas vitórias decorrem essencialmente e acima de tudo de Nosso Senhor Jesus Cristo, como bem atestam os primeiros séculos da Igreja. Não venceu ela, a despeito de todas as forças da terra se terem coligado contra os cristãos?
Confiança em Nosso Senhor Jesus Cristo, confiança no sobrenatural, eis a lição preciosa que nos dá o Santo Natal. Assim pois, com os olhos postos em Maria, unidos a Ela, peçamos neste Natal a graça única, que realmente importa: o Reino de Deus em nós e em torno de nós.
Todo o resto nos será dado por acréscimo.

Coimbra, Natal de 2021

IPEC - Telegram

Ultimos artigos

AUTÊNTICO SENTIDO DA GRANDEZA LUSA

AUTÊNTICO SENTIDO DA GRANDEZA LUSA

Vale a pena reler e reflectir sobre o manifesto do Centro Cultural Reconquista em defesa do Ultramar Português, publicado apenas dois meses antes do nefasto golpe de 25 de Abril de 1974. Precisamente há 50 anos…

Biblioteca

O Regicídio de 1908
O Regicídio de 1908

Este livro é obra do Professor catedrático de Coimbra, Doutor Aníbal Pinto de Castro, tendo forte conteúdo  evocativo e rara beleza literária....

Share This