Cristóvão Colombo e a descoberta das Américas

6 Setembro 2022

Partida de Cristóvão Colombo para a sua primeira navegação às Américas (1492)

Foi a 6 de Setembro de 1492 que Cristóvão Colombo partiu das Canárias para a descoberta do Novo Mundo

No curto trajecto da Espanha às Canárias, verificou-se que os navios eram tão ruins e se encontravam em tão mau estado, que dificilmente resistiriam a uma navegação longa e perigosa.

Colombo fez então o melhor que pôde para deixá-los em boas condições. Levando consigo provisões frescas, partiu de Gomera, um dos pontos mais ocidentais das Canárias, no dia 6 de Setembro de 1492.

A colonização da América espanhola esteve associada à expansão da fé católica. Portugal e Espanha, nas suas epopeias de expansão ultramarina, realizaram proezas inauditas, às quais as nações do Novo Mundo devem o seu nascedouro, inclusivamente os Estados Unidos da América e o Canadá, onde os portugueses já tinham chegado, bem antes da «descoberta» oficial.

O próprio Cristóvão Colombo estava secretamente articulado com o Rei D. João II de Portugal, que aliás foi a primeira pessoa com quem se encontrou ao voltar da sua expedição, fazendo a primeira escala em Lisboa.

Em quase todas as escolas do mundo ocidental se ensina que Colombo era genovês e que veio acidentalmente parar a Portugal em decorrência de um naufrágio, mas esta versão não explica a sua rápida integração no nosso País, onde já tinha dois irmãos (Baltasar e Diogo) que trabalhavam como cartógrafos, que falavam fluentemente o português e sabiam escrever em latim, tal como o próprio Colombo (que quase nada sabia de italiano). Sendo supostamente filho de um modesto tecelão genovês, também não fica bem explicado como veio a casar com mulher portuguesa de origem nobre: Filipa Moniz Perestrelo, filha de Isabel Moniz e de Bartolomeu Perestrelo, navegador e descobridor da Madeira.

Também é curioso notar que na biografia Historia del almirante Don Cristóbal Colón escrita pelo seu filho Fernando, este obscureceu a pátria e origem de Colombo, afirmando que o pai não queria que fossem conhecidas tais informações.

Seja como for, é imperioso reconhecer que Cristóvão Colombo foi incontestavelmente o descobridor oficial das Américas, ao serviço dos Reis Fernando e Isabel da Espanha.

Luís F. Ferrand d’Almeida

Fontes:

Infopedia
Wikipedia
Lusotopia
José Gomes Ferreira, «Factos escondidos da História de Portugal», Leya, Alfragide, Junho 2021, 3ª edição, págs. 255-288

IPEC - Telegram

Ultimos artigos

AUTÊNTICO SENTIDO DA GRANDEZA LUSA

AUTÊNTICO SENTIDO DA GRANDEZA LUSA

Vale a pena reler e reflectir sobre o manifesto do Centro Cultural Reconquista em defesa do Ultramar Português, publicado apenas dois meses antes do nefasto golpe de 25 de Abril de 1974. Precisamente há 50 anos…

Biblioteca

O Regicídio de 1908
O Regicídio de 1908

Este livro é obra do Professor catedrático de Coimbra, Doutor Aníbal Pinto de Castro, tendo forte conteúdo  evocativo e rara beleza literária....

Share This